31 Julho, 2018

A Copa do Mundo provocou mais de 19 milhões de menções nas redes sociais na América Latina

Patricia Carvalho Patricia Carvalho
Marketing Specialist

A análise que a comScore realizou com base nos dados da ferramenta de listening de redes sociais, Social Studio, e Shareablee, solução que oferece insights sobre o engajamento das redes sociais, revela que o Brasil foi o país que mais publicou comentários e notícias sobre a Copa do Mundo entre os países latino-americanos que disputaram o campeonato mundial.

É fato que nós, latino-americanos, somos fãs calorosos de futebol e acompanhamos de perto o grandes campeonatos mundiais. E não foi diferente durante a Copa do Mundo da Russia 2018. O número de imagens, vídeos, textos e comentários relacionados à Copa, compartilhados via Twitter, Facebook, Instagram, blogs e fórums pelos países da América Latina que disputaram a taça de ouro, chegou a 19.088.860.

Entre as redes sociais, o Facebook foi a plataforma preferida dos internautas para manifestarem suas conclusões sobre as partidas, utilizada para 52% dos posts sobre a Copa. O Twitter registrou 37% e o Instagram 11% dos comentários.

Coca-Cola, Adidas e Visa foram os patrocinadores oficiais do FIFA WorldCup Russia que mais se destacaram entre os comentários envolvendo o evento mundial, marcando presença em 33,3 , 21,8 e 13,2 porcento das publicações respectivamente.

Cada país torceu pela sua seleção (e por alguns momentos torceu contra conterrâeos vizinhos), mas quando a maioria dos latino-americanos já estava fora do campeonato e só restava o Brasil nas quartas de final, as diferenças foram deixadas de lado e a torcida se tornou uma só. O dia da partida entre Brasil e Bélgica foi o que teve mais pubicações na América Latina ao longo de todo o campeonato, sendo responsável por 8% do total de menções publicadas no digital sobre a Copa. O jogo também se destacou com a hashtag #brabel, que foi a mais citada no Brasil, ficando atrás apenas da #rusia2018, publicada mais de 220 mil vezes nos países considerados na análise que têm o espanhol como língua principal – México, Colômbia, Argentina, Peru, Uruguay e Costa Rica.

Leonel Messi, Neymar Junior, Javier Hernadez, Juan Quintero e André Carrillo foram os jogadores mais mencionados das seleções da região, na maioria dos casos relacionados à comentários positivos.

Entretanto, quando avaliamos o sentimento com relação aos jogadores em cada partida, é evidente que o torcedor se deixa levar pelo calor da emoção e nem sempre fica satisfeito com o desempenho dos jogadores, especialmente se o placar final não foi bom.

Dentre os principais jogadores da região, Leonel Messi e Neymar Junior foram os únicos que tiveram mais menções negativas do que positivas em algumas partidas. Neymar chegou a ter seu nome vinculado às opiniões negativas em 78% das menções sobre a partida das quartas de final, quando o Brasil foi elimindo. E Messi teve a maior repercussão negativa no jogo em que a Croácia marcou 3 gols contra a Argentina, com 69% dos comentários.

Esta é mais uma análise de eventos de repercussão mundial que mostra como a mídia social é uma ferramenta poderosa em termos de envolvimento com targets específicos.

Com o Live Events Metrix, a comScore pode te ajudar a medir o impacto de seus esforços nas mídias sociais e monitorar o desempenho da sua marca. Para entender o que mais você pode aprender com nossos insights, entre em contato.